top of page

Planejamento Financeiro Pessoal: como fazer o meu?


planejamento financeiro pessoal

O Crescimento pessoal se inicia através de um bom planejamento financeiro, isso é, saber quanto se gasta e quando se ganha, além de ter boas linhas para investimento. O principal ponto para você começar a realizar seu planejamento é se conscientizar. BINGO! Aqui estamos, você procurou saber, esse é o primeiro passo.


Nunca é tarde para deixar sua vida financeira no verde, porém é necessário sempre cuidar com o que se gasta e o que se tem, se planejar e acima de tudo POUPAR.


E aqui estão alguns dos motivos para os quais devemos poupar:


  • Prevenir sustos: Ter uma reserva para emergências é uma mão na roda naqueles momentos em que você precisa resolver uma situação inesperada.

  • Transformar sonhos em conquistas: Poupando um pouco para o seu sonho todo mês, ele ficará cada dia mais perto.

  • Fazer escolhas melhores: Ter dinheiro guardado possibilita condições diferenciadas nas negociações de preço.

  • Organize suas contas pessoais: Organização é algo primordial para quem pretende desenvolver o controle financeiro e também é uma das exigências básicas para um bom planejamento financeiro pessoal.

  • Aprenda a lidar com o dinheiro: o foco é formar pessoas que vão valorizar não o dinheiro em si, mas sua importância para construção de liberdade e qualidade de vida.


E você, gostaria de guardar dinheiro para fazer o quê?


Como começar? Defina seus sonhos e objetivos, diferencie-os através dos prazos que deseja os obter:

(-) Despesas = (+) Sonhos


Sonhos (+) Caros = (+) Tempo



Não adianta gastar e não saber para aonde foi o dinheiro, certo?


Mantenha o equilíbrio, pois um controle financeiro pessoal simples pode ser suficiente para garantir ótimos resultados, e ele pode ser feito inclusive usando uma caderneta, ou uma planilha, na qual os valores de receitas e despesas são inseridos.


Obs. Evite itens na sua planilha que são nomeados como “Outros” e “Diversos”, pois, para o planejamento funcionar, os detalhes são fundamentais.


Como investir meu dinheiro poupado?


Para fugir de prejuízos e fazer escolhas mais assertivas ao se definir por uma aplicação financeira, é importante manter em mente que você precisa encontrar opções que se adequem ao seu perfil de investidor.


Conheça o CosmosERP sistema de gestão empresarial, o Melhor Sistema de Web para Indústrias, Comércio e Serviços. Preencha o formulário que logo entraremos em contato!

Seja estratégico em suas escolhas, sempre levando em consideração o montante que pretende investir, o período que você está disposto a esperar para colher os lucros e os objetivos definidos para esse dinheiro.


Quais os tipos de Investimento?


Poupança: A poupança é, o investimento mais antigo e conhecido dos brasileiros. Por conta disso, ainda hoje ela ocupa o primeiro lugar na preferência dos investidores, por ser uma aplicação de baixo risco, regida por regras definidas pelo governo.


Certificados de Depósito Bancário – CDB: É um título de crédito emitido pelos bancos. Funciona como se você emprestasse dinheiro a um banco, e depois de um período, recebesse o valor de volta, acrescido de juros. Esses títulos também têm uma data de vencimento, que deve ser honrada para garantir a remuneração combinada.


Tesouro Direto: É popularmente conhecido como Títulos Públicos e fazem parte de um programa de investimento criado pela Secretaria do Tesouro Nacional, para custear gastos públicos, Basicamente, é como se você estivesse emprestando dinheiro, mas, nesse caso, para o Governo federal. Em troca, depois de um período, recebe o dinheiro de volta, corrigido ao longo do tempo do empréstimo. Ou seja, você se torna credor do governo.


Fundos de Renda Fixa: Algumas aplicações só estão disponíveis para investidores com alta renda ou grandes recursos para investir, ou seja, são inacessíveis ao investidor comum. Por meio dos fundos, é possível reunir recursos suficientes para acessar esse tipo de investimento, com maior rentabilidade e poder de barganha junto aos emissores dos títulos.


Fundos de Renda Variável ou Multimercado: Os fundos de renda variável ou fundos multimercado funcionam como os fundos de renda fixa, porém investem os recursos captados em produtos mais arriscados, buscando obter maiores retornos.


Ações: Quando você compra uma ação, adquire uma pequena parte de uma empresa, tornando-se seu acionista. É uma forma de investir em empresas nas quais você acredita, que têm potencial de crescimento e grandes projetos de desenvolvimento para o país, sem ter que assumir todos os riscos de empreender por conta própria.


aumente suas vendas em três passos

コメント


Destaques
Mais recentes
Arquivos por data
Tags
whatsapp CosmosERP
bottom of page